Caso das búfalas de Brotas prejudica imagem da pecuária

Reconhecida pela defesa do bem-estar animal após implementar práticas de manejo que chamaram a atenção de pecuaristas do mundo todo, a produtora Carmen Perez lamentou nesta terça-feira (30/11) o impacto que o caso das búfalas de Brotas causou à imagem da pecuária brasileira. Durante participação na plateia virtual do prêmio Melhores do Agro, Carmen destacou que as cenas que chocaram o país não representam a realidade do setor.

carmen-perez-melhores (Foto: Globo Rural)

 

“Isso para a cadeia produtiva é muito ruim porque tem sido veiculado em tantos artigos e tantos  veículos de comunicação no Brasil inteiro, com artistas e as pessaos se manifestam dizendo que isso é a pecuária – e isso, na vaerdade, não é a pecuária. A base da pecuária é muito séria, de pessoas muito sérias, que se dedicam de corpo e alma  junto com suas equipes a proporcionar a melhor vida para esses animais”, destacou a pecuarista.

Leia tudo sobre o Prêmio Melhores do Agronegócio

De acordo com a Polícia Civil, o produtor, de 61 anos, foi preso em flagrante por ter maltratado animais no último dia 11 de novembro após ter sido autuado em mais de R$ 2 milhões pelo abandono do rebanho. No local, centenas de búfulas agonizavam de fome e sede em meio a carcaças dequelas que já estavam mortas – cena descrita como um “cenário de guerra” pelo delagado resposável pelo caso, Douglas Falsarella. 

“É importante a gente entender que esse é um caso muito atípico e de muita irresponsabilidade porque eram mil fêmeas que foram abandonadas e estão em estado de desnutrição total. E a gente considera a nutrição um dos princípios de bem estar animal mais importantes”, completou a produtora.