Chuva causa mortes e atinge agricultura no Espírito Santo

es-governador-chuva (Foto: Governo do ES)

 

As fortes chuvas que causaram ao menos duas mortes e deixaram mais de 600 pessoas desabrigadas no Espírito Santo prejudicaram também a produção agrícola no Estado, especialmente hortaliças, além de danos ambientais em áreas produtivas. É o que informa o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), cujos servidores buscam fazer um levantamento mais preciso da extensão dos danos.

De acordo com a assessoria da instituição, em Santa Maria de Jetibá, más condições das estradas prejudicaram o escoamento de algo entre 5% e 10% da produção local de hortaliças. Em Viana, há relatos de alagamento de pastagens nas áreas próximas ao Rio Formate. O município também tem plantações de banana e palmito pupunha. No entanto, ainda não há relatos de perdas ou danos aos animais nem de danos severos às lavouras.

Em Santa Leopoldina, outro município bastante atingido, o Incaper registrou danos em estradas rurais, especialmente por causa de deslizamentos de encostas. O local tem 900 quilômetros, todos sem pavimentação e o escoamento da produção foi bastante prejudicado.

A rodovia ES 080, por onde as mercadorias são levadas para a Central de Abastecimento (Ceasa) ficou alagada. Caminhões carregados tiveram que ficar parados. Cargas perecíveis, especialmente hortaliças, foram perdidas.

Foi também em Santa Leopoldina a confirmação, na última quinta-feira (14/11), de uma das mortes por conta das chuvas que atingem o Espírito Santo há vários dias. A outra foi em Cariacica. Viana, Cariacica e Alegre tiveram estado de emergência decretado.

Na sexta-feira (15/11), o governador do Estado, Renato Casagrande, esteve em áreas atingidas pelas chuvas, especialmente em Viana, Santa Leopoldina e Cariacica. De acordo com o divulgado pela Secretaria de Comunicação do governo estadual, Casagrandes prometeu todo o apoio à população atingida. Foram colocados à disposição itens como kit de higiene, cestas básicas e colchões.