Coamo começa a distribuir lucro de R$ 139,7 milhões aos 29,4 mil cooperados

soja_coamo_cooperativa (Foto: Divulgação Coamo)

 


As unidades da Coamo Agroindustrial Cooperativa no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul começaram a distribuir nesta quarta-feira (9/12) R$ 139,7 milhões a seus 29,4 mil cooperados, de acordo com a movimentação de cada um na cooperativa.

Eles vão receber R$ 0,60 por saca de soja entregue, R$ 0,15 por saca de milho, R$ 0,20 pelo trigo e 1,6% sobre os insumos comprados na Coamo até 30 de novembro. O restante dos lucros será repartido após a assembleia geral, prevista para a primeira quinzena de fevereiro.

 

“Os cooperados sabem que dezembro é o mês de antecipação das sobras, é um momento aguardado, e isso só é possível devido à solidez da cooperativa”, diz o presidente do Conselho de Administração da Coamo, José Aroldo Gallassini.

Segundo o dirigente, 2020 vai ficar para a história devido aos bons resultados do agronegócio, mesmo em um ano de pandemia. “A Coamo terá o seu melhor ano”, afirma.

A cooperativa, fundada em 1970 por um grupo de 79 agricultores em Campo Mourão, na região centro-oeste do Paraná, é a maior do Estado e uma das gigantes do país. Em 2019, registrou faturamento de R$ 13,39 bilhões e distribuiu, no total, R$ 361,6 milhões.