Congresso reunirá 1.900 mulheres do agronegócio em SP

mulheres-agro-carmen-perez-fazendeira- (Foto: Divulgação)

Atenção: marcado para os próximos dias 8 e 9 deste mês, próximas terça-feira e quarta-feira, no Transamérica Expo Center, em São Paulo, o Congresso das Mulheres do Agro. Na sua quarta edição, o evento vai reunir 1.900 delas, entre pecuaristas, agricultoras, agrônomas, veterinárias e empresárias.

Repito: 1.900 mulheres. “Lembro que no primeiro Congresso, há apenas quatro anos, a presença foi de 700 mulheres. O salto no número traduz o papel e a importância das representantes femininas no agronegócio brasileiro”, enfatiza Carmen Perez, que foi presidente do Núcleo Feminino do Agronegócio, entidade que reúne as fazendeiras nacionais. Ela estará presente no evento.

Carmen, que comanda uma fazenda de pecuária em Barra do Garças, Mato Grosso, chamada Orvalho das Flores, com ênfase no bem estar animal, lembra também que uma pesquisa da Associação Brasileira de Marketing do Agronegócio, mostrou que as mulheres, em 2017, exerciam postos de comando em 31% das propriedades rurais do país. Em 2013, elas lideravam em apenas 10%.

A pauta no Congresso é recheada de debates e palestras. Carmen Perez ressalta a importância do contato individual que permite a cada mulher a troca de experiências. “Paradigmas foram quebrados. Daí a importância de cada uma relatar um pouco do seu dia a dia nas fazendas”, afirma.

Eu escrevi uma reportagem, em maio do ano passado, e quatro mulheres foram protagonistas: Liliane Teles de Menezes Almeida, pecuarista, Sarita Junqueira Rodas, produtora de laranja, Mariana Beckhauser, empresária, Josiane Maiara Cirilo Carvalho, produtora de queijos nobres, e Consolata Piastrella, especialista em rastreabilidade da boiada.