Destaques do dia: o que foi notícia nesta quarta-feira (17/2)

Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

 

 

Boa noite! Confira os destaques desta quarta-feira (17/2) no site da revista Globo Rural.

Colheita de soja

 

Colheita de soja em Primavera do Leste (MT) (Foto: Reuters/Paulo Whitake)

 

A colheita de soja avançou 6,5 pontos percentuais na última semana nos 12 principais Estados produtores, apontou a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Até sexta-feira (12/2), 10,1% da safra já haviam sido colhidos. Apesar disso, os trabalhos ainda estão atrasados em relação ao mesmo período do ano anterior, quando chegavam a 23,1%.

Produção de cana
cana-de-acucar-etanol-sucroenergetico (Foto: Franco Folini/CCommons)

 

A Secretaria de Agricultura de São Paulo divulgou o quinto levantamento de previsões e estimativas da safra agrícola, realizado em novembro, com números finais da safra 2019/2020 de cana-de-açúcar e laranja do Estado. 

A produção de cana foi estimada em 437,55 milhões de toneladas, 0,5% acima de 2018/19. A estimativa final para a cultura da laranja aponta produção de 317,7 milhões de caixas de 40,8 kg (12.963,2 mil t), 3,4% menos que o obtido na safra anterior.

Atraso nas exportações
Embarque de soja no Porto de Paranaguá (Foto: Claudio Neves/Portos do Paraná)

 

A média diária de embarques de soja do Brasil até a segunda semana de fevereiro atingiu 55,09 mil toneladas, forte queda de 79,5% em relação ao ritmo de exportações visto no mesmo mês do ano passado, mostraram dados do governo federal nesta quarta-feira (17/2), em meio a um atraso na colheita da safra 2020/21.

Com isso, as vendas externas de soja do país, maior produtor e exportador global do grão, alcançaram 550,9 mil toneladas no acumulado de fevereiro. Até a primeira semana do mês, a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) não havia registrado embarques da oleaginosa.

Carne suína para o Camboja
criação_suínos_porcos (Foto: Rogério Albuquerque / Editora Globo)

 

O presidente da Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA), Ricardo Santin, disse, em nota, que o Brasil deve ser “um parceiro sólido” do Camboja para complementar as necessidades do país quanto a carne suína.

Na sexta-feira (12/2), o Ministério da Agricultura anunciou a abertura do mercado de Camboja para a carne suína do Brasil. A abertura é válida para cortes in natura e processados de carne suína de indústrias habilitadas pelo Serviço de Inspeção Federal (SIF).

Embalagens de agrotóxicos
Sistema Campo Limpo (Foto: Divulgação)

 

O Sistema Campo Limpo, programa de logística reversa de embalagens vazias e sobras pós-consumo de defensivos agrícolas, ultrapassou a marca de 600 mil toneladas de recipientes encaminhados para reciclagem ou incineração desde sua criação, em 2002.

Segundo dados do Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev), só em 2020 foram 49.881 toneladas. “Mesmo com o alto consumo de defensivos agrícolas do país, a eficiência do programa mantém o Brasil na liderança mundial na destinação ambientalmente correta desses materiais”, afirma João Cesar Rando, diretor-presidente do Inpev.

O caso 2,4D no Rio Grande do Sul
agrotóxico herbicida defensivo agrícola  (Foto: Getty Images)

 

De um lado, produtores de uvas, maçãs, azeitonas, ameixas, pêssegos, tabaco e mais seis culturas da diversificada agricultura gaúcha. De outro, produtores de soja, cultura que avança a passos largos no Rio Grande do Sul, atingindo quase 6 milhões de hectares, um aumento de 2,9% na área plantada em relação à safra anterior.

Entre eles, um herbicida hormonal com o princípio ativo 2,4-D, usado no pré-plantio da soja para eliminar a buva, planta invasora muito resistente e comum no Estado. O problema, detectado por laudos laboratoriais há três anos, é que, mal aplicado ou em condições e horários adversos, o agrotóxico é levado pelo vento (fenômeno chamado de deriva), “viaja” até 30 quilômetros e causa prejuízos milionários em culturas sensíveis.

Salles com Covid-19
Ricardo Salles,  ministro do Meio Ambiente (Foto: Jorge William / Agência O Globo)

 

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi diagnosticado com Covid-19 nesta terça-feira (16/02) e apresentou leve febre, informou o Ministério. Segundo a pasta, Salles passa bem e manterá isolamento, conforme orientação médica.

Protestos contra ICMS
governo-sp-icms-doria (Foto: Mariana Grilli/Ed.Globo)

 

A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de São Paulo (Faesp) informou, em nota, que “reconhece a legitimidade de ato programado por produtores rurais” para esta quarta-feira (17/02) e diz que “tem focado suas ações no diálogo e na negociação com os diferentes segmentos da sociedade”.

Para esta quinta-feira (18/02), está previsto protesto de produtores rurais contra o fim de benefícios fiscais concedidos pelo governo estadual e consequente aumento da incidência de ICMS sobre diversos elos da cadeia produtiva. Alimentos da cesta básica e certos medicamentos não foram afetados pela medida.