Destaques do dia: o que foi notícia nesta quinta-feira (11/2)

Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

 

Boa noite! Confira os destaques desta quinta-feira (11/2) no site da revista Globo Rural.

Estimativa de safra recorde

 

soja_colheita_produtor_quarto_centenario_pr (Foto: Sergio Zacchi/Ed. Globo)

 

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elevou a estimativa para a produção de grãos do Brasil na safra 2020/2021 para 268,343 milhões de toneladas.

O número está no quinto levantamento de safra, divulgado nesta quinta-feira (11/2). A estimativa anterior, divulgada em janeiro, era de 264,830 milhões de toneladas. A previsão atual é 4,4% maior do que a safra 2019/2020, de 256,948 milhões.

Menos café no Brasil

 

agricultura-cafe (Foto: Jorge Cabrera/Reuters)

 

O Brasil deverá produzir 2,7 milhões de toneladas de café em 2021, ou cerca de 45 milhões de sacas de 60 kg, declínio de 27,3% em relação ao ano anterior, segundo o IBGE.

O instituto aponta uma queda na produção de grãos arábica, variedade que está em sua bienalidade negativa no ciclo deste ano. No mês passado, a Conab havia estimado a safra de café do Brasil entre 43,85 milhões e 49,58 milhões de sacas.

2º safra de milho

 

Exportação maior, produção animal e etanol fortalecem cenário para o milho brasileiro (Foto:  )

 

Mesmo com a janela apertada deixada pelo atraso na colheita de soja, os produtores vão concentrar e avançar o plantio da segunda safra de milho até a noite, devido à rentabilidade e à liquidez da cultura.

Essa é a explicação da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para justificar o aumento de mais de 3 milhões de toneladas na produção esperada de milho da safra 2020/2021, anunciada no 5º Levantamento de Safra, em relação ao divulgado em janeiro.

Preço da carne bovina

 

carne-bovino-inflação (Foto: Getty Images )

 

A forte alta nos preços da carne bovina em meio a perda de renda da população tem causado preocupação ao setor varejista neste início de ano. Foi o que revelou o vice-presidente da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), Marcio Milan, durante apresentação dos resultados de 2020 e perspectivas para 2021 nesta quinta-feira (11/2).

Abate de bovinos cai

 

boi (Foto:  )

 

Os resultados preliminares da pesquisa trimestral de abates realizada pelo IBGE, divulgados nesta quinta-feira (11/2), apontam que o Brasil encerrou o último ano com um menores volumes de abate de bovinos da última década.

Segundo o instituto, o Brasil abateu 7,25 milhões de cabeças de outubro a dezembro de 2020, queda de 10,3% ante igual período de 2019 e de 5,8% ante o trimestre anterior.

Importação de gado do Paraguai

 

Bovinos em confinamento (Foto: Divulgação/GDR)

 

Atualmente em discussão no Ministério da Agricultura, a liberação para a importação de gado vivo do Paraguai para contornar a falta de animais prontos para abate no Brasil teria pouca ou nenhuma capacidade de influenciar nos preços da arroba brasileira, cotada atualmente em patamares recordes.

Analistas dizem que importação do país vizinho, em análise pelo governo, teria efeitos paliativos. O rebanho paraguaio é menos da metade da demanda brasileira por gado.

Arroba em alta

 

boi-bovinos-boiada-pasto (Foto: Divulgação)

 

As dificuldades do atacado e do varejo em repassar a alta da arroba bovina ao consumidor final, observadas em 2020, têm se repetido neste início de ano, segundo números parciais de preços pagos pelo boi vivo e pela a carne negociada no mercado atacadista da Grande São Paulo.

Conforme levantamento do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), enquanto a arroba acumula valorização de 12,28% até a última quarta-feira (10/02), a carcaça casada avançou 8,72% no mesmo período – uma diferença de 40,8%.

Fundo de Investimento Agropecuário

 

senado-favaro (Foto: Pedro França/Agência Senado)

 

O Plenário do Senado aprovou o texto-base do projeto que cria o Fundo de Investimento nas Cadeias Produtivas do Agronegócio, o Fiagro.

A proposta, que já tinha sido aprovada pela Câmara dos Deputados, tem o objetivo de criar mais uma ferramenta de captação de investimentos na agropecuária no mercado de capitais. Destaques apresentados pelos parlamentares ainda serão analisados antes do texto seguir para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Peste suína

 

porco-suínos-aurora (Foto: Ernesto de Souza/Ed.Globo)

 

O governo de Hong Kong informou que o vírus da peste suína africana foi detectado em mais dois animais de uma granja local no dia 6 de fevereiro, o que levou ao abate sanitário dos 590 suínos que compartilhavam o mesmo galpão que os animais infectados, segundo o adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

Dois dias antes, o governo confirmou que seis animais em outro galpão da mesma granja tinham testado positivo para a doença. Isso levou ao abate de outros 240 suínos.