Destaques do dia: o que foi notícia nesta quinta-feira (18/2)

Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

Boa noite! Confira os destaques desta quinta-feira (18/2) no site da revista Globo Rural.

Preços em alta
Mesmo com o atraso no início do plantio, o Brasil deve colher 120 milhões de toneladas e ultrapassar os EUA na liderança mundial (Foto: Sergio Rannalli/Ed. Globo)

 

Os preços da maioria dos produtos agropecuários subiram com força em 2020 no país, informou nesta quinta-feira (18/2), em relatório, o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq-USP).

Desta forma, o Índice de Preços ao Produtor de Grupos de Produtos Agropecuários (IPPA-Cepea) avançou 18,95% em 2020 em comparação com 2019, principalmente por causa da disparada do preços de soja, milho, arroz e algodão e também da arroba bovina, além de suínos e leite.

Chuvas retardam colheita
Ameaça de chuva em lavoura de soja em Tocantínia (TO) 19/02/2018 (Foto: Ueslei Marcelino/Reuters)

A colheita brasileira de soja na temporada 2020/21 atingiu 9,1% até a última sexta-feira (12/2), com atraso ante a média histórica após problemas no plantio e também avançando mais lentamente devido a chuvas, apontou nesta quinta-feira (18/2) a consultoria Datagro.

De uma semana para a outra, houve um aumento de 4,7 pontos percentuais, enquanto na média dos últimos cinco anos o avanço normal nesse período seria de 6,6 pontos. A colheita segue muito abaixo dos 21,4% de igual período de 2020, e dos 19,7% da média dos últimos cinco anos.

MT abateu menos gado
Criação de gado em Paulínia (SP) 01/07/2017  (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)

O Mato Grosso abateu 7,74% menos bovinos em janeiro deste ano em relação a dezembro do ano passado, informou em relatório semanal o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (Imea), com base em dados do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea-MT).

O total de cabeças abatidas no mês passado alcançou 367,21 mil, das quais 225,05 mil foram machos e 142,15 mil, fêmeas. Em dezembro, o número total foi de 398,02 mil cabeças abatidas. Entre os machos, o recuo foi de 15,57% em relação a dezembro. Já a quantidade de fêmeas levadas ao gancho cresceu 8,12%.

Novos planos
cotrijal-marca (Foto: Digulgação/Cotrijal)

 

Mesmo com a quebra da safra de verão (2019/2020) e a pandemia da Covid-19, a Cotrijal Cooperativa Agropecuária e Industrial encerrou 2020 com o faturamento recorde de R$ 2,4 bilhões, um crescimento de 5% em relação aos R$ 2,3 bilhões de 2019. As sobras cresceram 5%, chegando a R$ 21,4 milhões. O balanço geral da cooperativa fundada há 63 anos em Não-Me-Toque, no Rio Grande do Sul, será apresentado em 25 de fevereiro aos associados.

Para festejar os bons resultados, a Cotrijal apresentou nesta semana sua nova marca em uma live com a presença do padre Fábio de Melo. Segundo nota da assessoria, a renovação marca uma nova fase da cooperativa, com investimentos em gestão, comunicação, inovação e diversificação dos negócios.

Brasil, EUA e o clima
Ricardo Salles,  ministro do Meio Ambiente (Foto: Jorge William / Agência O Globo)

 

Mudanças climáticas e o combate ao desmatamento foram o tema de uma teleconferência entre os ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, e do Meio Ambiente, Ricardo Salles, com John Kerry, nomeado em novembro como principal representante da gestão de Joe Biden nas questões sobre clima e meio ambiente.

Em nota, o Itamaraty destacou que a reunião de quarta-feira (17/2) serviu para “aprofundar o diálogo bilateral nas áreas mencionadas, com processo estruturado em encontros frequentes, em busca de soluções sustentáveis e duradouras aos desafios climáticos comuns”.

Nanotecnologia contra poluição
Pesquisador Daniel Correa, da Embrapa Instrumentação, coordena projeto em parceria com universidade colombiana (Foto: Joana Silva/Embrapa/Divulgação)

 

Um projeto que usa nanotecnologia para detectar poluentes na água vai conectar pesquisadores brasileiros e colombianos. O acordo de cooperação firmado entre Embrapa e a Universidade Pedagógica e Tecnológica da Colômbia (UPTC) vale até dezembro de 2025, com a possibilidade de ser prorrogado.

A ideia é sintetizar e caracterizar diversos tipos de nanomateriais para aplicá-los em sistemas para sensoriamento e remediação de poluentes de águas, incluindo alguns tipos de metais pesados. Para isso, serão feitos projetos de cooperação técnica.

Aumento nos combustíveis
Logo da Petrobras na sede da companhia (Foto: Sergio Moraes/File Photo/Reuters)

A Petrobras elevará em cerca de 15% o preço médio do diesel nas refinarias e em mais de 10% o da gasolina, a partir de sexta-feira (19/2), informou a petroleira nesta quinta-feira (18/2), diante de um avanço do valor do petróleo no mercado externo e de fatores como o câmbio.

Com o movimento, o diesel – combustível mais consumido do país – terá um aumento nas refinarias de em média R$ 0,34 por litro, para R$ 2,58 reais por litro. Já a gasolina terá elevação de cerca de R$ 0,23, para R$ 2,48.

Chance para empreendedores
tecnologia-inovação-agro-startup-agtech (Foto: Thinkstock)

 

O programa de potencialização de startups Intensive Connection, desenvolvido pelo AgTech Garage, hub de inovação para o agronegócio, chega à terceira edição e está com inscrições abertas até o dia 9 de março.

Os interessados em participar do programa, que potencializará startups com projetos focados em soluções inovadoras para a sustentabilidade e competitividade do agronegócio nacional, devem se cadastrar on-line.

Soja trava em MT
Congestionamento da BR-158 (Foto: Foto: Reprodução/ Aprosoja)

 

A colheita acelerou no Estado que mais produz soja no Brasil: Mato Grosso. Os trabalhos passaram de 8,9% para 25% da área em uma semana. A produção, no entanto, tem se deslocado em ritmo lento na região do Vale do Araguaia, leste mato-grossense.

Carretas carregadas do grão têm enfrentado longos congestionamentos na BR-158, na altura do entroncamento com a rodovia estadual MT-322. Com as chuvas, o trecho não asfaltado de 121 quilômetros vira um grande obstáculo até para os caminhoneiros mais experientes.