Destaques do dia: o que foi notícia nesta segunda-feira (23/11)

Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)


 

Boa noite! Confira os destaques desta segunda-feira (23/11) no site da Globo Rural.

Bolsonaro defende “boi-bombeiro”

 

Jair Bolsonaro (Foto:  Alan Santos/PR)

 

Com os quadros profissionais do Ibama e do ICMBio reduzidos e sem condições de fazerem o combate dos incêndios nas florestas, o presidente Jair Bolsonaro voltou a defender a utilização do “boi-bombeiro” como saída para reduzir as queimadas no Pantanal. “Quando fala, é galhofa. O pessoal que nunca pisou no capim falando mal do produtor rural”, afirmou o presidente a apoiadores. 

Katia Abreu internada com Covid-19
katia_abre_ministra (Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)

 

Após ser diagnosticada com Covid-19 na terça-feira passada (17/11), a senadora e ex-ministra da Agricultura Kátia Abreu (PP-TO) deu entrada no sábado (21/11) no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, com sintomas mais graves da doença. Segundo a assessoria da parlamentar, os exames mostraram um avanço na inflamação dos pulmões, além de febre.

Plantio de soja avança
Produtor Lindomar   de Santa Mariana - PR 
Simulação do plantio de soja.  (Foto: Sergio Ranalli/Ed. Globo)

 

O plantio da safra de soja 2020/21 teve novo salto de 11 pontos percentuais na semana passada, alcançando 81% da área estimada para o Brasil na quinta-feira (19/11) em comparação com 70% uma semana antes e 79% no mesmo período do ano passado. A ocorrência de chuvas beneficiou as lavouras do Paraná e de Mato Grosso, que já estavam no limite de umidade de solo.

Colheita de cana
agricultura_cana_ (Foto: Thinkstock)

 

A área de cana-de-açúcar colhida até outubro deste ano é a maior das últimas cinco safras. Em relação ao ciclo passado, o aumento é de 1,2%, alcançando 7,099 milhões de hectares no Centro-Sul. 

O resultado foi favorecido pelo aproveitamento do tempo acima da média – no acumulado da safra 2020/2021, o indicador permanece em 87,2%, maior valor da série histórica desde o ciclo 2008/2009.

Falta de garrafas preocupa indústria
Vinho (Foto: Getty Images)

 

O aumento do consumo de bebidas está refletindo na dificuldade das indústrias em encontrar garrafas e latas para o envasamento. Embora ainda considerados pontuais, os casos de falta de vasilhames para envasar vinhos, espumantes, suco de uva e cerveja preocupam, pela possibilidade de reduzir a oferta de produtos no fim do ano, época em que são mais procurados.

Redução nas exportações
Navio exportação (Foto: iStock/Mapa/Divulgação)

 

A balança comercial brasileira registrou superávit comercial de US$ 936 milhões na terceira semana de novembro (de 16 a 22). De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o valor foi alcançado com exportações de US$ 4,119 bilhões e importações de US$ 3,183 bilhões.

As vendas externas subiram 1,3%. Mesmo com recuo de 15% em agropecuária, houve aumento de 23,7% na indústria extrativa e estabilidade (-0,1%) em produtos da indústria de transformação.

Menos suco de laranja exportado
suco-laranja (Foto: Flickr/Marco Verch/Creative Commons)

 

Os embarques totais de suco de laranja brasileiro de julho a outubro, que marca os primeiros quatro meses da safra 2020/2021, fecharam com um volume de 319.574 toneladas. O número representa uma queda de 19,17% em relação ao mesmo período da safra passada, quando foram exportadas 398.064 toneladas. 

Safra menor e estoques mais elevados estão entre as principais razões para a baixa nos primeiros quatro meses do ciclo 2020/21, segundo a CitrusBR. 

BNDES reabre crédito para Pronaf
economia_bndes_sede (Foto: (Divulgação/BNDES))

 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou em circular em seu site que está reabrindo, a partir desta segunda-feira (23/11), os pedidos de financiamento no âmbito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf Investimento). 

A linha é destinada à compra de tratores e implementos, colheitadeiras e plataformas de corte, assim como máquinas autopropelidas para pulverização e adubação. 

Gasto dos brasileiros com alimentação
alimentos, mercado, supermercado (Foto: Pexels)

 

As despesas com alimentação das famílias mais ricas é 165,5% maior do que a renda total das famílias mais pobres. Além disso, 29% das famílias (18 milhões de famílias) gastam 46% das despesas de alimentação geral do Brasil.

Foi o que concluiu o “Estudo sobre a cadeia de alimentos”, realizado pelo professor Walter Belik, da Universidade de Campinas (Unicamp) com o Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora), e apoiado pelo Instituto Ibirapitanga e Instituto Clima e Sociedade.

Negócios com o Canadá
Soma das importações e exportações de alimentos e bebidas entre Brasil e Canadá somam US$ 9,8 bi no primeiro semestre (Foto: Reprodução/Pxhere)

 

Em meio ao crescimento de 18% das exportações de alimentos e bebidas do Brasil ao Canadá, que somaram US$1,8 bilhão no primeiro semestre deste ano na comparação com 2019, uma rodada de negócios virtual que começa nesta segunda-feira (23/11) visa alavancar ainda mais os negócios entre os dois países. O evento on-line segue nesta terça-feira (24/11).