Destaques do dia: o que foi notícia nesta terça-feira (15/12)

Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)


 

Boa noite! Confira os destaques desta terça-feira (15/12) no site da Revista Globo Rural.

Produção de cana deve aumentar
colheita-cana-de-açúcar (Foto: Raizen/Divulgação)

 

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estima uma produção de 665,105 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na safra 2020/2021, um crescimento de 3,5% em relação à safra passa e próximo do recorde registrado no ciclo 2015/2016 (665,6 milhões). Os números estão no 3º levantamento da safra de cana, divulgado nesta terça-feira (15/12).

Agrotóxicos na lavouras
pulverizador-pulverização-agrotoxico-defensivo-maquina-lavoura (Foto: Divulgação John Deere)

 

Um terço dos estabelecimentos agrícolas do Brasil admite usar agrotóxicos na lavoura. Os dados são da segunda edição do Atlas do Espaço Rural Brasileiro, publicado nesta terça-feira (15/12) pelo IBGE. A proporção de estabelecimentos que confirmaram utilização de químicos saltou 22,9% nos últimos 11 anos, segundo a publicação. 

Pecuária sustentável no Pantanal
pecuaria-gado-nelore (Foto: Divulgação/Fazenda Terra Boa)

 

Aumentar a produtividade sem precisar expandir área começa a se tornar realidade no Pantanal a partir da parceria entre a organização não-governamental WWF-Brasil e a empresa global Trouw Nutrition.

Por meio da capacitação de pecuaristas em boas práticas, principalmente no manejo do pasto e do gado, foi possível observar um aumento de mais de 600% na capacidade de alimentar pessoas por hectare em propriedades no bioma.

Substituição do glifosato
agrotoxico-herbicida-glifosato-quimico (Foto: Thinkstock)

 

O governo do México publicou no website da Comissão Nacional de Melhora Regulatória (Conamer) um projeto de decreto que determina a substituição total do herbicida glifosato até 31 de janeiro de 2024.

As entidades que compõem a administração pública federal deverão realizar ações para “substituir gradualmente o uso, aquisição, distribuição, promoção e importação do glifosato e agroquímicos que contenham a substância como ingrediente ativo, por alternativas sustentáveis e culturalmente adequadas”, diz a proposta.

Produção de etanol de milho
milho-colheita-graos (Foto: Pedro Revillion/Palácio Piratini)

 

Ganhando cada vez mais espaço no cenário nacional, a produção de etanol de milho deve crescer 80,3% no atual ciclo, chegando a 3,021 bilhões de litros. A informação está no relatório da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) relativo à produção de cana-de-açúcar 2020/2021.

Operação contra sonegação fiscal
policia-federal-operacao-etanol (Foto: Agência Brasil)

 

Policiais rodoviários federais e membros do Ministério Público do Rio de Janeiro (MPRJ) cumprem 34 mandados de busca e apreensão contra suspeitos de sonegar impostos no transporte de etanol. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os suspeitos transportam o combustível em rodovias federais sem documentação fiscal válida.

“Novo paradigma” da Ceagesp
Bolsonaro em evento na Ceagesp (Foto: TV Brasil/Reprodução)

 

O presidente Jair Bolsonaro disse, nesta terça-feira (15/12), que a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais do Estado de São Paulo (Ceagesp) era um “ninho de rato”, com grupos que ele equiparou a máfias dentro do entreposto. Segundo ele, o entreposto se tornou “um novo paradigma” a partir da nomeação do atual presidente, o coronel Ricardo Augusto de Mello Araújo.

Gripe aviária na França
frango-aves-galinha (Foto: Globo Rural)

 

O governo da França informou nesta terça-feira (15/12) que mais cinco fazendas com criações de aves foram atingidas vírus H5N8, conhecido como gripe aviária. São quatro fazendas de patos domésticos, de Landes e de Vendée, e uma de patos selvagens, em Deux-Sèvres. Além disso, dois novos casos da doença, em dois gansos selvagens, foram confirmados nas aves encontradas mortas na mesma região.

Pesquisadores ”ouvem” vacas
Gravador de som monitora o comportamento bovino (Foto: Renata Silva/Embrapa/Divulgação)

 

Uma pesquisa liderada pela Embrapa Rondônia usou gravadores digitais em vacas para, a partir do som emitido por elas, medir a frequência respiratória e, assim, avaliar o conforto térmico dos animais. O trabalho registrou sons por até 48 horas e sem interferência humana.