Puxado por açúcar, movimento de carga cresce 10% em janeiro no Porto de Santos

Navio carregado com soja no porto de Santos (SP) 13/03/2017 (Foto: Paulo Whitaker/Reuters)

 

O volume total de cargas movimentadas no Porto de Santos em janeiro cresceu 10,5% ante 2020, para 9,18 milhões de toneladas, segundo a Santos Port Authority (SPA). A carga em contêineres foi 10,5% maior, somando 374,1 mil TEU (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés).

“Em toneladas, foram 3,9 milhões, maior marca já registrada nessa modalidade nos meses de janeiro, superando em 7,8% o recorde anterior obtido em 2018 (3,6 milhões) e em 10,1% a marca de 2020 (3,5 milhões)”, disse a SPA, em nota.

 

Os produtos mais movimentados foram açúcar (1,33 milhão de toneladas), adubo (698,3 mil), milho (604,1 mil) e farelo de soja (414,2 mil).Os granéis sólidos atingiram 3,3 milhões de toneladas, alta de 11% ante janeiro de 2020.

“Nessa modalidade, os embarques de açúcar a granel, farelo de soja e milho seguem com bom desempenho, apresentando, respectivamente, crescimento de 47,5%, 56,9% e 13,6% sobre os números de janeiro de 2020. Cabe destacar, ainda, as descargas de adubo, com crescimento de 77,7%”, ressaltou a SPA.

 

Os granéis líquidos totalizaram 1,5 milhão de toneladas, resultado 9% acima do mesmo período do ano passado. “Essa foi a melhor marca para o mês de janeiro, superando em 3,2% o volume registrado em 2018. Nessa modalidade destacam-se os embarques de óleo diesel e gasóleo (+ 67,7%), sucos cítricos (+56,8%) e óleo combustível (+17,8%).”