Anec eleva previsão de exportação de soja do Brasil, mas ainda vê queda em junho

A exportação de soja do Brasil deve alcançar 11,5 milhões de toneladas em junho, ante estimativa de até 11 milhões na semana passada, mas ainda assim os embarques ficariam abaixo das 11,9 milhões de toneladas registradas no mesmo mês do ano passado, apontou nesta terça-feira a Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (Anec).

A estimativa de exportação de farelo de soja do Brasil também foi elevada, para 2,13 milhões de toneladas, de 1,96 milhão na semana anterior, com um forte aumento ante junho do ano passado (1,39 milhão de toneladas), conforme números da Anec baseados na programação dos navios, que ainda não registra projeções de despachos de milho brasileiro neste mês.

porto-soja-paranagua (Foto: Ivan Bueno/Divulgação)

 

Caso os números da Anec se confirmem, as exportações de soja fechariam o primeiro semestre com 61,8 milhões de toneladas, ante 82,3 milhões de toneladas em todo o ano passado.

Na véspera, a associação da indústria de soja (Abiove) elevou sua projeção de exportação da oleaginosa no ano para um recorde de 85,7 milhões de toneladas, em meio a um menor processamento interno e forte demanda externa.

Leia mais notícias sobre Economia no site da Globo Rural