Destaques do dia: veja as principais notícias desta terça-feira (11/1)

Destaques do Dia (Foto: Estúdio de Criação)

 

POR QUE TANTA CHUVA?

Fatores naturais do verão combinados com a La Niña e um Atlântico Tropical mais quente explicam, em parte, o volume de chuvas que causam diversos transtornos no país. Em Minas, a chuva arrastou animais, inundou lavouras e causou prejuízo aos produtores. Romeu Zema disse que o estado “vive um cenário de guerra”. Já na Bahia, a produção de leite e cacau deve sofrer no longo prazo.

 

 

  
 

AUMENTO NA GASOLINA

A Petrobras anunciou aumentos de 4,8% para gasolina e de 8% para o diesel a partir desta quarta-feira. O valor do litro da gasolina passará de R$ 3,09 para R$ 3,24. Já o do óleo diesel foi reajustado de R$ 3,01 para R$ 3,25. Essa é a revisão média, mas, na prática, há diferenças nos pontos de entrega dos combustíveis, dependendo da região.

Aumento nos preços da gasolina e diesel valem a partir desta terça-feira (26) (Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)

 

 

CORAÇÃO DE PORCO

Um homem norte-americano com uma doença cardíaca terminal recebeu um implante de um coração de porco geneticamente modificado na primeira cirurgia do tipo. Três dias depois, o paciente está indo bem. Caso a operação se prove bem sucedida, cientistas esperam que órgãos de porcos possam ajudar a aliviar a escassez de órgãos e doadores humanos.
 

Cirurgiões realizam transplante cardíaco em Baltimore, nos Estados Unidos 07/01/2022 Escola de Medicina da Universidade de Maryland (Foto: UMSOM/Divulgação via Reuters)

 

INFLAÇÃO

A inflação ao consumidor encerrou 2021 acima de 10%, quase o dobro do teto da meta e no nível mais elevado em seis anos. Transportes, cujos preços dispararam 21,03% devido principalmente à alta de 49,02% dos combustíveis, pesaram mais no bolso dos consumidores. Também se destacaram o preço dos automóveis novos (16,16%) e usados (15,05%), além de 13,05% de Habitação e de 7,94% de Alimentação e bebidas.
 

dinheiro-nota-cédula-real-valor-moeda (Foto: Max Pixel/Creative Commons)

 

SAFRA DE GRÃOS

A Conab reduziu a estimativa para a safra de grãos de 2021/2022. Efeitos do clima sobre lavouras de verão levou a revisões dos números para quase todas as culturas analisadas. O número passou de 291,067 milhões previstos em dezembro para 284,394 milhões de toneladas.
 

Safra da bonança (Foto: Getty Images)

 

PREÇO DO CAFÉ

Preços do café em dezembro romperam a marca de US$ 2 por libra-peso em dezembro.  a comparação com o mês anterior, a alta é de 4%. O valor representa a média mais alta desde setembro de 2011, quando alcançou US$ 213,04 por libra-peso.

Grãos de café (Foto: REUTERS/Carlo Allegri)