Governo libera R$ 200 mi para rodovias destruídas por chuvas na Bahia

O presidente Jair Bolsonaro editou uma medida provisória, nesta terça-feira (28/12), que abre um crédito extraordinário de 200 milhões de reais para o Ministério da Infraestrutura usar na recuperação de rodovias danificadas por fortes chuvas na Bahia e em outros Estados.

“Determinei edição de MP de Crédito Extraordinário, no valor de R$200 milhões, a fim de viabilizar, no DNIT, a reconstrução de infraestruturas rodoviárias danificadas pelas chuvas nos Estados da Bahia (mais afetado), Amazonas, Minas Gerais, Pará e São Paulo”, disse o presidente Jair Bolsonaro em postagem no Twitter.

Leia também: Previsão do tempo: terça-feira será de chuva em quase todo o Brasil

Danos à população rural inclui morte de animais e perda de lavouras após chuvas no sul da Bahia e nordeste de Minas Gerais (Foto: Isac Nóbrega/Agência Brasil)

 

 

As chuvas na Bahia já causaram 20 mortes e forçaram milhares de pessoas a saírem das suas casas nos últimos dias. No final de semana, duas barragens romperam no Estado, alagando bairros inteiros em algumas cidades e provocando destruição.

Em entrevista à CNN Brasil, o governador da Bahia, Rui Costa, disse que há cerca de 50 mil desalojados e que no momento se está fazendo um cadastro nominal das famílias cujas casas caíram ou terão de ser demolidas. Segundo ele, serão necessárias 5 mil novas casas, num orçamento de quase 400 milhões de reais.

 

“O estrago é gigantesco, parece um verdadeiro bombardeio que foi feito no Estado da Bahia”, disse.

Os ministros da Cidadania, João Roma, do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e outras autoridades federais sobrevoaram municípios baianos atingidos e devem anunciar mais medidas do governo federal para enfrentar o desastre.

Bolsonaro optou por viajar para Santa Catarina a fim de passar o Réveillon.